PROGRAD

PIBID

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência
PIBID

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID é uma das ações da Política Nacional de Formação de Professores, desenvolvida na Diretoria de Educação Básica da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de nível superior – CAPES, do Ministério da Educação do Ministério da Educação e Cultura (MEC). Em 24 de junho de 2010, foi regulamentado através de publicação no DOU – Diário Oficial da União –, decreto nº 7.219 assinado pelo então Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo Ministro da Educação, Fernando Haddad.

É desenvolvido pelo Ministério da Educação e tem por finalidade apoiar a iniciação à docência de estudantes de licenciatura nas universidades brasileiras com o fortalecimento da sua formação para o trabalho nas escolas públicas.

O Programa oferece bolsas, distribuídas nas diversas áreas dos cursos de licenciatura oferecidos pela Universidade, para estudantes e professores desses cursos e também para professores das escolas participantes do Programa.

Em 2013, o PIBID tornou-se Política de Estado, integrando-se às políticas educacionais organizadas pela Lei de Diretrizes e Bases 9.394/96.

Mais informações: https://uab.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid/pibid

 

Proposta 

Trabalho integrado de formação docente

O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência proporcionou um grande avanço na relação entre a escola pública de educação básica e a universidade, intensificando a dinâmica de integração e parceria para a formação dos futuros professores. Desde o início da graduação, o licenciando bolsista do Programa, tem a possibilidade de vivenciar intensamente o espaço escolar, participando da construção de conhecimentos teórico e prático com os professores, estudantes e gestores da escola além de seus professores e colegas dos cursos de licenciatura.

O PIBID inclui atividades em dias letivos (segunda-feira a sábado) nos diferentes turnos, sem interferir no planejamento das escolas participantes. Com a orientação dos coordenadores de área e supervisores são desenvolvidas atividades no espaço das escola parceiras e nas dependências da Universidade Federal de Uberlândia, envolvendo todos os bolsistas (professores coordenadores, professores supervisores e licenciandos) e, também, outros membros da comunidade escolar que queiram colaborar com a execução do PIBID UFU.

 

Objetivos 

  • Incentivar a formação de docentes em nível superior para a educação básica;

  • Contribuir para a valorização do magistério

  • Elevar a qualidade da formação inicial de professores nos cursos de licenciatura, promovendo a integração entre educação superior e educação básica;

  • Inserir os licenciandos no cotidiano de escolas da rede pública de educação, proporcionando-lhes oportunidades de criação e participação em experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar que busquem a superação de problemas identificados no processo de ensino-aprendizagem;

  • Incentivar escolas públicas de educação básica, mobilizando seus professores como coformadores dos futuros docentes e tornando-as protagonistas nos processos de formação inicial para o magistério; e

  • Contribuir para a articulação entre teoria e prática necessárias à formação dos docentes, elevando a qualidade das ações acadêmicas nos cursos de licenciatura.

Acontece
Atendimento ao Público
24/03/2020 - 11:32

Modalidades de bolsa

A Capes concede quadro modalidades de bolsa aos participantes do projeto institucional:

  1. Iniciação à docência – para discentes de licenciatura dos cursos abrangidos pelo subprojeto. Valor: R$400,00 (quatrocentos reais).

  2. Professor supervisor – para professores de escolas públicas de educação básica que acompanham, no mínimo, oito e, no máximo, dez discentes. Valor: R$765,00 (setecentos e sessenta e cinco reais).

  3. Coordenador de área – para docentes da licenciatura que coordenam os núcleos, formados por grupos de 24 a 30 discentes. Valor: R$1.400,00 (um mil e quatrocentos reais).

  4. Coordenação institucional – para o docente da licenciatura que coordena o projeto institucional de iniciação à docência na IES. Permitida a concessão de uma bolsa por projeto institucional. Valor: R$1.500,00 (um mil e quinhentos reais).

As bolsas são pagas pela CAPES diretamente aos bolsistas, por meio de crédito bancário.

 

Como funciona?

A Participação no Programa acontece por meio de Edital lançado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de nível superior – CAPES.

As IES interessadas em participar do Pibid devem apresentar à Capes seus projetos de iniciação à docência conforme os editais de seleção publicados.

Os projetos institucionais podem contemplar diversos núcleos de iniciação à docência composto de 24 a 30 licenciandos, 3 professores da escola e 1 professor da instituição de educação superior. Os núcleos agrupam-se por subprojetos definidos segundo o componente curricular da educação básica para o quais são formados os discentes. 

Podem se candidatar IES públicas ou privadas com ou sem fins lucrativos que ofereçam cursos de licenciatura e que atendam aos requisitos dos editais de seleção.

As instituições selecionadas pela Capes recebem cotas de bolsas. Os bolsistas do Pibid são escolhidos por meio de seleções promovidas por cada IES.

As escolas de educação básica são habilitadas pelas redes de ensino. Após esta habilitação, a IES promove a seleção dos professores da educação básica que, pela classificação, definem as unidades escolares onde desenvolverá as ações do Pibid.

Documentos
Coordenação